“O inquieto”, a primeira parte do filme “As mil e uma noites”, de Miguel Gomes, inspirado em histórias verídicas ocorridas num tempo de austeridade, estreia-se na próxima quinta-feira, em cerca de vinte salas de cinema.

A estratégia só em aparência é feminina, mas é certo que Miguel Gomes filma as mulheres com generosidade e sem paternalismos – coisa rara e até comovente.

Clique aqui para ler o artigo completo do Ionline