antonio pinto ribeiro

Uma ponte com o mundo

Desde 2009, o Próximo Futuro foi a porta por onde aquilo a que dantes chamávamos Terceiro Mundo entrou na Gulbenkian. Agora que a porta se fecha de vez, António Pinto Ribeiro, o seu programador-geral, faz um balanço.

Clique aqui para ler o artigo completo do Público